As armadilhas que esperam Endrick, o ‘candidato a gênio’ do momento

As armadilhas que esperam Endrick, o ‘candidato a gênio’ do momento

janeiro 11, 2022 3 Categorias de Base, Notícias

Endrick fez dois gols contra o Real Ariquemes (FOTO: FABIO MENOTTI/PALMEIRAS)

Por Marcelo Moreira

Pretinho das canelinhas finas que mal parava em pé; um astro da base que vai se tornar maior do que Romário; um moleque endiabrado e arrogante que fazia fila de adversários caídos; um jogador clássico e goleador que vai desbancar Kaká na seleção.

Dos quatro exemplos acima, dois deram muito certo e se tornaram craques internacionais. Os outros dois se perderam pelo mundo afogados pelo ufanismo, pela inexperiência, pela arrogância e pela ganância.

Diante disso, qual será o caminho a ser trilhado por Endrick, de 15 anos, o atacante sensação da hora no Brasil e que está sendo comparado, em termos de habilidade e eficiência – e precocidade – com Vinícius Júnior, o brasileiro mais valorizado na Europa atualmente.

O pretinho das canelinhas finas, nas palavras chorosas do então técnico Emerson Leão, era Robinho, que causou desgosto na comissão técnica quando chegou pra treinar com os profissionais do Santos, em 2002, e conduziu o time ao título brasileiro daquele ano ao lado de Diego Ribas e Elano.

O astro da base que seria maior do que Romário era Lulinha, que teria feito alardeados 300 gols nas categorias de base. Não vingou no time principal do Corinthians, foi jogar na segunda divisão de Portugal e não se firmou nem mesmo no Bahia anos atrás.

O moleque endiabrado que deixava todo mundo no chão era Neymar, que já era Neymar aos 15 anos de idade e dispensa apresentações.

Quanto ao garoto vítima da ganância que poderia ser maior do Kaká, trata-se de Jean Chera, que o Santos contratou ainda garoto por causa de suas jogadas inspiradas, mas que má gestão da carreira pelo pai e por empresários inescrupulosos sumiu a ponto de não conseguir vaga nem mesmo em times das divisões inferiores da Federação paulista de Futebol.

Por tudo isso, é bastante preocupante o oba-oba em cima de uma promessa das grandes que está na base do Palmeiras. Toda blindagem do mundo é necessária para que o menino não sucumba às tentações e às maquinações doe empresários sujos e mafiosos que praticamente dominam o mundo do futebol.

Que o Palmeiras e a própria família do garoto valorizem a história que construíram juntos e que deram a Endrick a possibilidade de despontar em uma das equipes mais importantes do mundo.

Da vida humilde no Distrito Federal, onde foi rejeitado pelos times locais e não levado muito a sério pelos demais times grandes paulistas, ao sonho de jogar no melhor estádio brasileiro do time que é tricampeão da América e multicampeão da base. Poucos roteiristas de cinema seriam capazes de elaborar tão bem essa história.

É uma história muito bonita e que está sendo contada com muita sensibilidade por alguns veículos de comunicação, especialmente o evento que levou o goleiro Jailson, então no Palmeiras, a custear um tratamento dentário para que o pai de Endrick, Douglas, pudesse ter o prazer de voltar a comer carne.

Clique aqui para saber um pouco mais da trajetória do menino-craque Endrick, que jpa fez quatro gols na Copa São Paulo 2022.

309830cookie-checkAs armadilhas que esperam Endrick, o ‘candidato a gênio’ do momento

3 comentários em “As armadilhas que esperam Endrick, o ‘candidato a gênio’ do momento

  • Rodrigo Silva
    janeiro 17, 2022
    Responder
  • Renato
    janeiro 11, 2022
    Responder
  • Lito
    janeiro 11, 2022
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *