Sem o (primeiro ou o segundo) Mundial

Sem o (primeiro ou o segundo) Mundial

fevereiro 15, 2022 5 Corneta do Cunio, Notícias

Vice-Campeões alviverdes, não deu. Os caprichos do destino que nos deram o épico tri não quiseram que fôssemos (mais uma vez?) Campeões do Mundo. Faz parte.

Mas é inegável que nossa verve palmeirense precisa despejar uma betoneira de artigos, assim que entramos no domingo, com o intuito de (mais uma vez) querer justificar para nós mesmos que o título de 1951 foi um Mundial de Clubes.

E a ladainha passa por um monte de pessoas: vivas, Blatter, mortas, Infantino, que ainda não nasceram, tudo com o afã de que um dia apareça (mais uma vez?) escrito em algum papel timbrado da FIFA que o Palmeiras é de fato e de direito o Primeiro Campeão Mundial Interclubes.

A verdade é uma só: a cada dia que passa, a cada “passada de chapéu” que damos para a FIFA reconhecer este título, ele fica menor. E menor. E menor. Hoje, para o mundo do futebol, é um título minúsculo. Inexpressivo. Risível. Munição para um sem número de piadas, deboches, escrachos.

Tão ridículo o tornamos que basta um “OK” da FIFA para que no dia seguinte o Fluminense entre (mais uma vez) pleiteando o mesmo para o título da Copa Rio de 1952. Que eu sinceramente nem sei do que se trata, para que existiu, se existiu, como existiu.

Se é fato que o nosso estatuto prevê que a estrela sobre nosso símbolo, alusão ao famigerado título da Copa Rio, está previsto desde sempre, nossa camisa deveria ostentá-lo DESDE SEMPRE. Como as gestões do nosso clube sempre beiraram o ridículo em termos de respeito a nossa história, queremos agora que “os outros” (mais uma vez) a respeitem? Esqueçam.

Que todos os que se sentirem ofendidos me desculpem, mas este assunto já alcançou a fronteira do ridículo. A melhor coisa seria o Palmeiras se preservar, continuar seu trabalho, batalhar por novas conquistas e, se um dia, pudermos (mais uma vez) disputar um torneio Mundial de Clubes, que estejamos (mais uma vez) preparados para tentar ganhá-lo. Como fazemos com cada taça que disputamos desde 1914. Para mim, a Copa Rio e Mundial Interclubes. E ponto final, mais uma vez.

316160cookie-checkSem o (primeiro ou o segundo) Mundial

5 comentários em “Sem o (primeiro ou o segundo) Mundial

  • lito
    abril 12, 2022
    Responder
  • Alexandre
    fevereiro 16, 2022
    Responder
  • Gustavo Aroni
    fevereiro 16, 2022
    Responder
  • Donato, o Lúcido
    fevereiro 16, 2022
    Responder
    • Alexandre
      fevereiro 16, 2022
      Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.