Violência entra na lista de ‘motivos’ para Abel pensar em deixar o Palmeiras

Créditos: Cesar Greco

Violência entra na lista de ‘motivos’ para Abel pensar em deixar o Palmeiras

março 6, 2022 3 Notícias, Paulista 2022

Abel Ferreira tem contrato com o Palmeiras. Caso decida sair unilateralmente, que pague a multa rescisória. está no contrato. Portanto, soa fora de propósito o “ultimato”, digamos assim, ao mostrar “indignação” com os recentes casos de violência no futebol brasileiro e no mundo.

O treinador cobrou atitudes dos órgãos de segurança, do Ministério Público e das entidades organizadoras do futebol no país para que atos de violência de torcidas sejam combatidos. Durante sua fala, que não foi provocada por uma pergunta, Abel chegou a dizer que pode deixar o país caso não se sinta seguro.

“É preciso morrer quantas mais?”, questionou o treinador se referindo aos conflitos em Belo Horizonte antes do clássico Cruzeiro e Atlético-MG. “Os organismos, quer sejam os do futebol, quer sejam extrafutebol, têm que assumir, dar as caras, exercer os cargos que têm. Têm que justificar o cargo que tem. Quando eu não ganho, pedem responsabilidades. Isso é o que espero que cada pessoa em seu cargo faça, assuma responsabilidades. Pelo bem do futebol brasileiro. De todos nós. Que se junte a CBF, quem organiza estaduais, o Ministério Público, mas que se tomem medidas.”

Nas últimas duas semanas houve brigas de torcidas e agressão a jogadores em Salvador, Recife, Curitiba, Porto Alegre, São Paulo e Maringá. O goleiro Danilo Fernandes, do Bahia, foi alvo de uma bomba que explodiu no ônibus do Bahia e precisou passar por cirurgia.

É evidente que a violência precisa ser contida e a briga entre corintianos e são-paulinos no sábado (5) deve ter incomodado e preocupado não só o técnico do Palmeiras, mas a todos que gostam de futebol e entendem que a questão extrapola o âmbito esportivo.

No entanto, soa muito ruim para os palmeirenses mais uma vez o treinador falar em sair, como se ele realmente estivesse sendo ameaçado, o que não é o caso neste momento. Juntando a questão da insistência da diretoria em renovar o contrato dele até 2024 – proposta rejeitada -, podemos desconfiar de que Abel prepara o terreno para sair no meio do ano – ou até antes.

“É preciso passar à ação. Palavras, o vento leva. Isso me preocupa muito. A segurança me preocupa muito. Quando entrei aqui e vi as imagens no México e me dizem que se passa a mesma coisa no Brasil, vou ter que pensar muito bem no que quero para minha família, para mim e meus jogadores”, discursou o treinador sem que fosse ´perguntado.

318820cookie-checkViolência entra na lista de ‘motivos’ para Abel pensar em deixar o Palmeiras

3 comentários em “Violência entra na lista de ‘motivos’ para Abel pensar em deixar o Palmeiras

  • Cassio Andrade
    março 6, 2022
    Responder
  • Renato
    março 6, 2022
    Responder
  • Donato, o Lúcido
    março 6, 2022
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.