Raphael Veiga não é o capitão que o Palmeiras precisa

Créditos: Cesar Greco

Raphael Veiga não é o capitão que o Palmeiras precisa

março 14, 2022 21 Notícias, Paulista 2022

Raphael Veiga é o novo capitão e continua fazendo gols (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Por Marcelo Moreira

Quem criou esse negócio de rodízio de capitães em um time errou redondamente. Um dos poucos símbolos desde sempre que marcam a história do esporte é o espírito de liderança e o respeito que o capitão transmite. Estão acabando com isso.

O Palmeiras de Abel Ferreira sempre balançou entre Gustavo Gómez, Dudu e Felipe Melo, na maioria das vezes, e creio que isso não foi bom. Gómez colocava a braçadeira sempre que o Palmeiras jogava a Libertadores; Felipe Melo era o capitão nos clássicos regionais; Weverton, pela seriedade e bom relacionamento; e Dudu? Sempre que era necessário dar uma levantada no astral do mimado atacante.

Essa história de Raphael Veiga capitão não soa bem. Sem perfil de liderança, acaba ganhando a tarja por méritos técnicos, muito embora no elenco existam opções melhores.

Essas mudanças constantes na “capitania” demonstram o que há muito tempo analistas desconfiavam: não há um líder em campo no Palmeiras. O time é uma seita que diz amém de forma incondicional ao treinador Abel Ferreira, muito competente, mas um encantador de serpentes reconhecido. Tem dado certo?

Eu diria o contrário. Não tem atrapalhado, mas pode dar errado em momentos mais críticos, onde um líder em campo será necessário – quem sabe se tivéssemos uma referência neste sentido em Abu Dhabi o resultado poderia ser ouro…

Veiga como capitão não é uma boa ideia. Não tem carisma nem perfil. É um bom moço e conta com a boa vontade de todos, mas não tem moral – ainda – para chacoalhar o time ou para dar a “pancada” necessária em um Marcos Rocha, por exemplo.

“(A faixa) É para reconhecer a importância que ele tem para nós”, justificou Abel na partida contra o Santos. “Tive uma conversa com nossos líderes – Rocha, Gómez e Weverton – que, além de serem grandes capitães, são homens de caráter. Eles entenderam minha intenção, minha ideia, e o importante é isso, que sabemos de sua importância para o grupo. Ele é uma inspiração para nós, é um 10 completo, que ataca, marca, é robusto.”

Tomada a decisão, que Veiga venha a se transformar no capitão em definitivo, mesmo na Libertadores, e se torne a referência moral e de liderança – já é a referência técnica do time. Chega de mudanças na faixa de capitão.

319654cookie-checkRaphael Veiga não é o capitão que o Palmeiras precisa

21 comentários em “Raphael Veiga não é o capitão que o Palmeiras precisa

  • Gustavo Aroni
    março 15, 2022
    Responder
    • Bianchi
      março 15, 2022
      Responder
      • Gustavo Aroni
        março 15, 2022
        Responder
    • 3vvAdmin
      março 15, 2022
      Responder
    • Donato, o Lúcido
      março 15, 2022
      Responder
      • Gustavo Aroni
        março 15, 2022
        Responder
  • Donato, o Lúcido
    março 15, 2022
    Responder
    • 3vvAdmin
      março 15, 2022
      Responder
      • Donato, o Lúcido
        março 15, 2022
        Responder
        • 3vvAdmin
          março 15, 2022
          Responder
          • Donato, o Lúcido
            março 15, 2022
          • 3vvAdmin
            março 16, 2022
          • Donato, o Lúcido.
            março 16, 2022
        • Gustavo Aroni
          março 15, 2022
          Responder
  • Cassio Andrade
    março 15, 2022
    Responder
  • Renato
    março 14, 2022
    Responder
    • 3vvAdmin
      março 14, 2022
      Responder
      • Renato
        março 15, 2022
        Responder
  • VIctor
    março 14, 2022
    Responder
  • Gustavo Aroni
    março 14, 2022
    Responder
  • MARIO LUIZ SALVONI
    março 14, 2022
    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.