É difícil imaginar o Palmeiras sem Marcos Rocha

Créditos: Cesar Greco

É difícil imaginar o Palmeiras sem Marcos Rocha

maio 2, 2022 0 Notícias

Marcos Rocha: líder respeitado e vencedor (FOTO: CESAR GRECO/PALMEIRAS)

Um profissional discreto e dedicado, um líder silencioso e respeitado que virou referência de profissionalismo. Não é pouco quando se trata de Palmeiras, um time gigante e com história centenária.

Marcos Rocha completou 200 jogos pelo clube adquirindo um prestígio poucas vezes visto e afastando totalmente as desconfianças que despertava até 2019. Com Abel Ferreira, se tornou um jogador de confiança e um dos líderes do elenco. Nada mais justo para um atleta que tem três Libertadores no currículo….

A história é maravilhosa no Palmeiras: na sua temporada de estreia, faturou o Brasileirão de 2018; depois, vieram os títulos da Tríplice Coroa de 2020 (Paulista, Libertadores e Copa do Brasil); e, depois, mais uma Libertadores (2021) e a Recopa 2022, totalizando sete títulos. Era mais do que óbvio que teria o seu contrato renovado, agora até dezembro de 2023.

Ao final do jogo contra a Juazeirense, pela Copa do Brasil, celebrou a marca de 200 jogos e relembrou as dificuldades na sua chegada ao clube. “Todo ano a torcida pedindo para contratar um lateral-direito, isso me deixava um pouco triste, porque vinha tentando fazer o melhor. Mesmo entre altos e baixos, consegui superar a desconfiança e conquistar títulos.”

Marcos Rocha evoluiu como marcador e se tornou a principal válvula de escape da equipe, jogando quase como um armador em muitos jogos. Seu passe melhorou muito e as tabelas com Dudu e Raphael Veiga se tornaram jogadas mortais pela direita. É difícil imaginar hoje o Palmeiras sem Marcos Rocja.

330220cookie-checkÉ difícil imaginar o Palmeiras sem Marcos Rocha

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.