Dívidas em queda, receita em alta: clubes melhoram desempenho, segundo pesquisa

Dívidas em queda, receita em alta: clubes melhoram desempenho, segundo pesquisa

maio 13, 2022 0 Notícias

Um cenário favorável e promissor, com o Palmeiras entre os líderes em quase todos os quesitos financeiros.

A receita total dos 27 principais clubes do Brasil aumentou 37%, atingindo R$ 7,5 bilhões, e o endividamento líquido caiu 7% de 2020 para 2021, somando R$ 10,5 bilhões. Sem contar transferências de atletas, o aumento de receita é ainda maior: 64%, um total de R$ 5,6 bilhões.

Esse é o retrato financeiro dos clubes brasileiros feito pela EY em um ano que ainda traz nos demonstrativos de finanças os impactos da pandemia de Covid-19.

Fazem parte do levantamento as 20 equipes da Série A do Campeonato Brasileiro, além de Bahia, Cruzeiro, Grêmio, Ponte Preta, Sport e Vasco, da Série B, e o Vitória, que foi rebaixado e este ano disputa a C.

A empresa explica no relatório: As receitas totais dos clubes brasileiros evoluíram 153% entre 2012 e 2021. Em relação a 2020, houve aumento de 37%. Já as receitas sem transferências de jogadores, tiveram uma evolução de 120% nos últimos 10 anos e aumento de 64% entre 2020 e 2021. Descontada a inflação do período o crescimento da receita total foi de 89% e da receita sem transferência de jogadores 56%”.

As cinco maiores receitas totais em 2021 foram de Flamengo, Palmeiras, Corinthians, Grêmio e Atlético-MG. Esses cinco clubes, juntos, somam 48% do total da receita dos 27 clubes que fazem parte do estudo.

Dos R$ 7,5 bilhões arrecadados por esses 27 clubes em 2021, quase a metade se refere a direitos de transmissão e premiações: R$ 3,6 bilhões. As transferências de jogadores renderam um total de R$ 1,4 bilhão, com 11% de queda em relação a 2020.

Leia mais sobre os dados financeiros clicando aqui.

331780cookie-checkDívidas em queda, receita em alta: clubes melhoram desempenho, segundo pesquisa

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.